quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

O que a migração dos golfinhos dirá sobre os acontecimentos futuros?





Um fato no mínimo curioso aconteceu entre dois à três dias atrás em San Diego, Califórnia - EUA.


Um grupo de 100 mil, isso mesmo, 100 mil golfinhos está realizando um processo de migração para uma região ainda não exatamente definida. Agora você pode me dizer que isso é totalmente comum, correto?, podemos dizer que sim, mas vamos analisar os fatos. (Abaixo o vídeo dos animais migrando).




Geralmente, os golfinhos praticam uma migração buscando alimento ou mesmo apenas por mudanças de ambiente e, quando fazem isso, montam um grupo de no máximo 200 animais. 

O mais intrigante mesmo é lembrar do Tsunami de 2004 na Tailândia (Sismo do Índico), cujo causou um número de 285 mil mortos. Mas o que isso tem a ver com os animais? A resposta é simples, tem a ver que nesse período, os Elefantes da região, se comportaram de forma muito 'estranha' e fugiram para as colinas, salvando-se da catástrofe. 

Outro fato simples, para nos ajudar a pensar, foi a migração de quatorze tubarões galha-preta, que residiam no litoral da Flórida, para outra região e que após isso, surge o furacão Charley. Esses animais mantiveram-se afastados por duas semanas do local. 

Os animais são seres sensíveis a essas situações naturais, por exemplo, ratos fogem de construções antes de quedas, ursos acordam de suas hibernações antes de fatos, animais aquáticos pulam para além da superfície da água, cachorros mudam seus comportamentos e odores ao sentirem ameaçados naturalmente (quando digo naturalmente é pela natureza e não pelo resultado do ser humano). 

Agora reunimos os fatos. Os animais sentem o que irá acontecer, os golfinhos estão praticando um fato isolado e não é um grupo comum, é um grupo de 100 mil. Muitos cientistas e pessoas, esculacham a situação. A questão é esperar se irá acontecer algo na região de San Diego, ou não.

Será???

2 comentários:

  1. Eita golfinhos proféticos!

    God bless you brother!!!

    Microscopicamente falando (João 3.30),

    Pr.Walter Filho

    http://blogdowaltim.blogspot.com

    ResponderExcluir

"Se amássemos mais a glória de Deus, se nos importássemos mais com o bem eterno das almas dos homens, não nos recusaríamos a nos engajar em uma controvérsia necessária, quando a verdade do evangelho estivesse em jogo. A ordenança apostólica é clara. Devemos “manter a verdade em amor", não sendo nem desleais no nosso amor, nem sem amor na nossa verdade, mas mantendo os dois em equilíbrio (...) A atividade apropriada aos cristãos professos que discordam uns dos outros não é a de ignorar, nem de esconder, nem mesmo minimizar suas diferenças, mas discuti-las." John Stott

Deixe seu comentario, sua critica, tenha liberdade para dar sua opinião

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...